Brasil

Remédio contra câncer de mama deve chegar ao Brasil em 2008

Por Arquivo Geral 31/10/2007 12h00

O governo brasileiro autorizou a comercialização de um novo remédio que age contra o câncer de mama em estado avançado. O medicamento chamado Tykerb (ditosilato de lapatinibe) é vendido nos Estados Unidos em forma de comprimido e deve chegar às farmácias brasileiras no início de 2008.

O câncer de mama é conseqüência de uma mutação genética, no rx e existem vários tipos de tumores diagnosticados. Cada um deles reage de uma forma ao tratamento convencional, a quimioterapia, por isso a importância da descoberta de diferentes medicamentos capazes de inibir a reprodução das células cancerígenas.

O ditosilato de lapatinibe age em um tipo especifico de câncer de mama, em estágio avançado e com presença da proteína HER2, responsável pela nutrição e desenvolvimento do tumor. Este tipo de tumor no seio corresponde a aproximadamente 20% e 30% de todos os casos de câncer de mama, e atinge principalmente pessoas jovens em idade produtiva.

O Tykerb é um medicamento de uso oral, e age onde o Herceptin, remédio convencional usado em algumas pacientes, não produz resultados. O Herceptin é um remédio tomado por via intravenosa e pode causar problemas no coração. Além disto, muitas pacientes respondem mal ao medicamento.

Os dois remédios se complementam. A vantagem do Tykerb é que as pacientes não precisam ir a um hospital para serem medicadas. Além disso, os estudos não revelaram nenhum efeito colateral sério no Tykerb, além de diarréia e irritações na pele.

Antes da descoberta do novo remédio, as pacientes que não reagissem ao tratamento com o Herceptin tinham apenas os efeitos colaterais da doença reduzidos ou morriam. A descoberta do Tykerb é uma esperança para as mulheres vulneráveis ao câncer de mama e para aquelas que possuem a doença em estado avançado.

O câncer de mama é o segundo que mais mata no mundo, atrás apenas do câncer de pulmão.






Você pode gostar