Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

Mãe de Henry passa mal e é levada ao hospital

Monique Medeiros apresentou quadro de infecção urinária e deve ficar internada pelos próximos três dias

A professora Monique Medeiros, mãe do garoto Henry Borel Medeiros, 4 anos, foi levada ao hospital nesta segunda-feira (12). Presa desde quinta-feira passada por conta da morte do filho, Monique apresentou um quadro de infecção urinária.

Monique estava presa temporariamente no Instituto Penal Ismael Sirieiro, em Niterói, quando começou a se queixar de dores no abdômen. A detenta foi avaliada, e detectou-se um quadro de infecção urinária.

Agora, a mãe de Henry vai passar por exames e deve ficar internada pelos próximos três dias.

Entre sexta e sábado, o namorado de Monique, o vereador Dr. Jairinho, também precisou de atendimento médico. O parlamentar já recebeu atendimento pelo menos duas vezes. Jairinho também foi preso no âmbito da operação que investiga a morte de Henry. Laudos comprovam que o vereador agrediu o garoto por pelo menos uma vez.

Jairinho está preso no Presídio Pedrolino Werling de Oliveira, conhecido como Bangu 8. Ele e Monique estão em celas separadas, cada um em seus presídios, por conta dos protocolos de prevenção à covid-19. Após 14 dias, a princípio, eles devem sair das celas isoladas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar