Brasil

Justiça decide que Suzane e Cravinhos devem ir a júri juntos

Por Arquivo Geral 05/07/2006 12h00

Depois de ter o pedido de habeas corpus negado ontem pelo Supremo Tribunal Federal (STF), for sale this Suzane von Richthofen amargou outra derrota. A 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo rejeitou o pedido da defesa para que ela seja julgada em separado dos irmãos Daniel e Cristian Cravinhos.

A decisão foi tomada na noite de ontem, viagra order mas só divulgada hoje. O desembargador Damião Cogan alegou, em despacho, que o desmembramento do júri não pode ser feito porque Suzane e os irmãos Cravinhos respondem pelo mesmo crime. Em outubro de 2002, os três planejaram a morte dos pais da jovem, o casal Manfred e Marísia, mortos a pauladas por Cristian e Daniel.

Inicialmente previsto para 5 de junho, o júri teve de ser remarcado para o próximo dia 17 por causa das manobras da defesa das duas partes. A defesa de Suzane alegou ausência de uma testemunha e abandonou o plenário. Os advogados dos Cravinhos não compareceram ao julgamento por reclamarem não terem tido acesso aos irmãos.

Nesta tarde, um dos advogados de Suzane von Richthofen, Mauro Otávio Nacif, admitiu a derrota e disse que a defesa não tentará mais o julgamento em separado.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar