Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

Gilmar Mendes visita Incor e médica diz que hospital só ‘não fechou por causa dele’

Durante a visita, Kalil reforçou a necessidade de o universo político ter olhos mais atentos para a área da saúde

Por FolhaPress 20/05/2022 7h38

Mônica Bergamo
São Paulo, SP

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes e sua mulher, a advogada Guiomar Mendes, visitaram nesta sexta (20) o Incor (Instituto do Coração) do Hospital das Clínicas da USP, onde foram homenageados.

O casal foi recepcionado pelos médicos Roberto Kalil Filho, presidente do conselho diretor da instituição, Ludhmila Hajjar, diretora da unidade de cardio-oncologia do hospital, e Eloisa Bonfá, diretora clínica do Hospital das Clínicas.

O objetivo era apresentar ao ministro o trabalho que o Incor realiza na saúde pública, na área científica e de ensino. E agradecer o apoio de Mendes e de Guiomar para que a instituição mantivesse o Cebas (Certificado de Entidades Beneficentes de Assistência Social na Área da Educação). O documento permite que o complexo hospitalar fique isento do pagamento de determinados impostos.

Sem ele, a instituição teria que desembolsar cerca de R$ 300 milhões por ano, e teria seu funcionamento comprometido. “O hospital só está aberto por causa deles”, diz Ludhmila Hajjar.

O casal conheceu o recém-inaugurado centro de pesquisa para novos tratamentos cardiológicos preventivos em pacientes oncológicos, e visitou também a UTI pediátrica do hospital.

Durante a visita, Kalil reforçou a necessidade de o universo político ter olhos mais atentos para a área da saúde.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os médicos todos reafirmaram o desejo do complexo de estar à frente de discussões sobre políticas de saúde pública no Brasil, especialmente na área de tecnologia e inovação nos tratamentos de alta complexidade.

Depois da visita ao Incor, Gilmar Mendes e Guiomar seguiram para a Faculdade de Medicina da USP, onde foram recepcionados pelo diretor da instituição, Tarcisio Eloy Pessoa de Barros Filho, e pelo reitor da USP, Carlos Gilberto Carlotti Junior.

Gimar Mendes foi homenageado por seu empenho e auxílio nas questões da saúde pública brasileira.
No fim da cerimônia, o ministro e Guiomar receberam o busto de Arnaldo Vieira de Carvalho, fundador da Faculdade de Medicina da USP -que está localizada na célebre avenida Doutor Arnaldo, assim batizada em homenagem a ele.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar