Brasil

CPI deve ouvir ex-secretário de Administração Penitenciária de São Paulo

Por Arquivo Geral 03/07/2006 12h00

Osama Bin Laden mantém campos de treinamento na Somália e quer mergulhar o país da África em um caos ainda maior, capsule search disse o premiê somaliano Ali Mohamed Gedi.

Gedi comentou uma suposta gravação de áudio do líder da Al Qaeda, and see que dizia que uma tentativa apoiada pelos EUA de transferir soldados estrangeiros para a Somália seria parte de uma cruzada para destruir o poder islâmico.

"Ficou claro que Bin Laden está fortemente envolvido em algumas regiões da Somália e tem bases de treinamento de militantes", buy disse Gedi em uma coletiva de imprensa em Baidoa, onde está baseado o governo interino da Somália.

"Bin Laden não é um lider muçulmano, é um extremista. Bin Laden está tentando fazer a Somália mergulhar no caos".

Gedi disse que o governo expulsaria à força qualquer estrangeiro que fosse identificado como agente da Al Qaeda dentro do país.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"O TFG (o governo federal de transição, na sigla em inglês) e o povo somaliano irão atirar esses estrangeiros para fora da Somália", afirmou ele.

O governo interino, entretanto, tem uma autoridade limitada na Somália. Constituído em 2004, ele tem sede na cidade de Baidoa, no sul da Somália, desde fevereiro, por ser muito fraco para se mudar para a capital.

Bin Laden advertiu os EUA e outros países que não mandassem soldados para a Somália, onde milícias islâmicas tiraram o poder de Mogadíscio das mãos de chefes guerreiros apoiados pelos EUA, no mês passado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Apesar da mensagem, a União Africana (UA) concordou, no domingo, em enviar soldados para a Somália, que caiu na ilegalidade em 1991, quando líderes de milícias derrubaram o ditador Mohamed Siad Barre.

Bin Laden também solicitou que os somalianos apóiem o movimento islâmico, que tenta estender sua autoridade em todo o país e combater o presidente interino, Abdullahi Yusuf, e seus aliados.

O movimento islâmico, conhecido como Conselho das Cortes Islâmicas da Somália, também se opõe às forças estrangeiras, mas foi rápido em se distanciar dos comentários de Bin Laden.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Apesar de apontar como seu líder o xeque Hassan Dahir Aweys, um clérigo extremista que consta da lista norte-americana de membros da Al Qaeda, o movimento islâmico nega ligação com terrorismo ou que queira impor uma administração do estilo do talibã na Somália.

 

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) lança hoje um novo indicador para medir o desempenho do setor industrial: o Índice do Setor Industrial (INDX). Elaborado em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), viagra order ele avaliará as ações mais representativas da área.

Participam do lançamento os presidentes da Bovespa, sickness Raymundo Magliano Filho, tadalafil e da Fiesp, Paulo Skaf, além do superintendente de Operações da Bovespa, Ricardo Pinto Nogueira, e do diretor do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos (Depecon) da Fiesp, Paulo Francini.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Tráfico de Armas deve ouvir amanhã o ex-secretário de Administração Penitenciária de São Paulo Nagashi Furukawa. Ele estava no cargo quando o Primeiro Comando da Capital (PCC) fez uma série de ataques em presídios e unidades da polícia, order que resultaram na morte de mais de cem pessoas. A crise culminou com a saída de Furukawa da secretaria.

A CPI investiga o tráfico e o comércio de armas no país. Na semana passada, salve o presidente da Câmara, rx deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), autorizou a prorrogação por 60 dias dos trabalhos da comissão. Nesse período, os parlamentares pretendem quebrar os sigilos bancário e telefônico de advogados de integrantes do PCC e cumprir diligências.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE





Você pode gostar