Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

ANS suspende a comercialização de 3 planos de saúde

Em contrapartida, órgão reativou outros sete planos de quatro operadoras diferentes

Por Willian Matos 04/09/2021 10h19
Médicos na mira dos planos de saúde

Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulgou, na sexta-feira (3), uma lista com três planos de saúde que terão a venda temporariamente suspensa. O motivo são reclamações relacionadas à cobertura assistencial.

Os planos suspensos se chamam Medvida Empresa, Col. Emp. Salvador e Plano Popular Hospitalar de Saúde (PPHS). A medida faz parte do Monitoramento da Garantia de Atendimento, que acompanha regularmente o desempenho do setor e atua na proteção dos consumidores.

A proibição da venda começa a valer no próximo dia 10. Ao todo, 13.426 beneficiários ficam protegidos com a medida, já que esses planos só poderão voltar a ser comercializados para novos clientes se as operadoras apresentarem melhora no resultado no monitoramento, afirma a ANS.

Além das suspensões, a ANS também divulga a lista de planos que poderão voltar a ser comercializados. Nesse ciclo, 7 planos de 4 operadoras terão a venda liberada pelo Monitoramento da Garantia de Atendimento. São eles:

  • Nacional Adesão Pós – ENF – Unimed Vertente do Caparaó (Cooperativa de trabalho médico LTDA)
  • Empresarial PP Especial – Unimed Norte/Nordeste – Federação Interfederativa das Sociedades Cooperativas de Trabalho Médico
  • Individual/familiar referência – Unimed Norte/Nordeste – Federação Interfederativa das Sociedades Cooperativas de Trabalho Médico
  • Coletivo por adesão enfermaria – Unimed Norte/Nordeste – Federação Interfederativa das Sociedades Cooperativas de Trabalho Médico
  • Unimed Essencial Coparticipativo 30% Executivo (FRG) – Unimed São Gonçalo/Niterói
  • Unimed Premium I E – Unimed São Gonçalo/Niterói
  • BV Sênior/ENF/SP – Biovida Saúde LTDA.






Você pode gostar