Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

Alvo de operação da PF, governador do Tocantins é afastado

Investigações apontam atos ilícitos no governo do estado. Secretário de Segurança Pública também está na mira

Foto: Arquivo/Polícia Federal

A Polícia Federal realiza nesta quarta-feira (20) operação contra uma organização criminosa acusada de tentar impedir investigações sobre atos ilícitos relacionados ao Governo de Tocantins. O governador Mauro Carlesse (PSL) é alvo de busca e apreensão e por isso será afastado.

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Mauro Campbell foi quem determinou o afastamento. Campbell deve levar sua decisão para confirmação da corte especial nesta quarta, segundo o jornal O Globo. O afastamento determinado inicialmente é pelo prazo de seis meses.

Agentes cumprem mandados na casa de Carlesse e também no Palácio Araguaia, sede do governo estadual. Além do governador, o secretário da Segurança Pública, Cristiano Sampaio, também está na mira da PF.

As investigações apontam que existe uma estrutura para lavagem de dinheiro dentro do governo. Estariam ocorrendo pagamentos de vantagens indevidas ligadas ao plano de saúde dos servidores de Tocantins.

O inquérito corre sob sigilo no STJ. Segundo a Corte, as investigações começaram há quase dois anos. A operação de hoje tem por objetivo colher novas provas e cessar as ações criminosas, bem como recuperar o dinheiro desviado.

Mauro Carlesse não havia se manifestado até a última atualização desta reportagem.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar