Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Uma história de luta: venda de brigadeiros alivia aluguel de mulher desesperada

20 mil pessoas retweetaram a mensagem, fazendo com que alcançasse 1 milhão de visualizações. Com isso, Karine conseguiu o dinheiro para o aluguel

Aline Rocha

Publicado

em

Foto: Reprodução/Redes Sociais
PUBLICIDADE

Da Redação
redacao@grupojbr.com

Desesperada para pagar o aluguel do apartamento onde mora, nas vésperas do vencimento, Karine Oliveira Silva, 23 anos, ainda não tinha o valor completo para pagar o boleto e, como uma opção para ganhar dinheiro, foi vender brigadeiros aos estudantes que faziam a prova do Enem nesse domingo (10). Karine, entretanto, não conseguiu vender nenhum docinho. 

Karine, que também mexe com certificações digitais, postou sobre sua situação por meio de um desabafo no Twitter. “Fui vender brigadeiro no Enem hoje e não vendi nenhum. Estava cheia de esperanças pois meu aluguel vence amanhã e tenho o total de R$ 13,35 para pagar. Fortalece aí amigos, as encomendas, estarei o dia todo no Universitário, no almoço no Setor Sul, perto do BK, e tem de R$ 2 a R$ 3 (sic)”.

A jovem precisava juntar R$ 350 apenas no domingo e, em pouco tempo, 20 mil pessoas retweetaram a mensagem, fazendo com que alcançasse 1 milhão de visualizações. Com isso, Karine conseguiu o dinheiro para o aluguel.

“Meu desabafo foi feito apenas ao meu círculo de amizade, mas tomou uma proporção surreal. Fico feliz em saber que tantas pessoas ainda têm esse lado humano em ajudar ao próximo”, relatou Karine.

Ela recebeu depósitos e transferências bancárias de valores superiores à diferença que faltava para completar o aluguel. Em contrapartida, segundo Karine, foi pedido apenas que distribuísse brigadeiros aos moradores de rua.


Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade