Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Tortura a presos é investigada em presídio

A Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) afirma que os presos foram agredidos por outros detentos ainda no início da operação

Publicado

em

Foto: Divulgação/Secom/MT
Publicidade

Da Redação
redacao@grupojbr.com

A denúncia de que presos estariam sendo torturados na Penitenciária Central do Estado, em Cuiabá, está sendo investigada. A polícia suspeita de que as sessões de tortura tenham sido planejadas por organizações criminosas com o objetivo de culpar os agente penitenciários que participam de operação que começou há um mês no presídio.

Os presos que sofreram agressões já receberam atendimento médico e foram trocados de cela. A Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) afirma que os presos foram agredidos por outros detentos ainda no início da operação.

O momento em que um deles foi espancado foi registrado por um agente penitenciário. O vídeo foi entregue para as autoridade e um inquérito foi aberto para investigar o caso, identificar os agressores e entender o motivo das agressões.

As vítimas serão ouvidas pela Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso (OAB-MT).

Uma das suspeitas é de que as agressões sejam planos de líderes de uma organização criminosa para criar instabilidade dentro da PCE, que passa por operação para diminuir regalias de reeducandos.


Você pode gostar
Publicidade