Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Na Hora H!

Suspeito e feminicídio diz que vai se apresentar à polícia ‘daqui uns cinco meses’

O homem é suspeito de matar Maria de Fátima Silva Pires em maio deste ano. Ela foi achada morta no antigo lixão da cidade de Monte Negro (RO) com uma perfuração na cabeça

Foto: Reprodução

O foragido suspeito de crime de feminicídio, Izadiel Barbara da Silva, entrou em contato com a família e teria dito que vai se apresentar à polícia “daqui uns cinco meses”, quando “juntar dinheiro para pagar um advogado”.

O homem é suspeito de matar Maria de Fátima Silva Pires em maio deste ano. Ela foi achada morta no antigo lixão da cidade de Monte Negro (RO) com uma perfuração na cabeça.

O corpo da mulher, já em estado de decomposição, foi encontrado por um motorista da prefeitura. O funcionário tinha ido até o local para depositar entulho, momento em que notou uma pessoa morta.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito e a vítima tinham um relacionamento extraconjugal. A investigação apontou que o suspeito foi a última pessoa vista na presença da mulher. Quando ela foi localizada, ele fugiu da cidade e desde então não foi localizado.

Ainda de acordo com a polícia, o suspeito mantém contato com familiares e teria informado para eles que “está trabalhando para contratar um advogado” e que vai se apresentar “daqui a uns cinco meses”, quando conseguir juntar dinheiro.

A Polícia Civil divulgou uma foto do homem e pediu ajuda da população para identificar onde ele se encontra. As informações podem ser repassadas anonimamente para os números: 197 ou 190.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar