Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Na Hora H!

Surfista tem pâncreas perfurado após cair em Pipeline e ser jogado contra recife

Apesar do drama, tudo não passou de um susto. Hanneman se recupera com consciência e não corre risco algum de vida

Por FolhaPress 28/01/2022 8h55

Pipeline é uma das ondas mais icônicas e perigosas do mundo. É que a praia conta com uma presença maciça de recife de corais logo em baixo da água. Assim, uma simples queda poderá deixar qualquer surfista em situação bastante complicada. A vítima da vez foi o havaiano Eli Hanneman, de apenas 19 anos.

Ele perdeu o controle da prancha, tomou um caldo e foi diretamente arremessado para os corais. O choque foi grande e causou várias lesões graves no atleta: perfuração do pâncreas, concussão, oito pontos na cabeça e seis no queixo, além de lacerações por todo o corpo.

Apesar do drama, tudo não passou de um susto. Hanneman se recupera com consciência e não corre risco algum de vida. Após o caldo, ele teve ajuda do também surfista Brodi Sale e do socorrista de North Shore, que fizeram os primeiros atendimentos e o levaram até o hospital.

“Deus é bom. Tive uma queda bem feia em Pipeline na segunda de tarde que me colocou no hospital. Fiquei muito machucado, mas acredito que Deus teve sua mão sobre mim durante tudo isso! Eu nem sei como agradecer o Brodi e os socorristas por salvarem minha vida. Vocês são a razão deu estar vivo”, escreveu Hanneman no Instagram.

“Os ferimentos na cabeça são sempre uma grande preocupação e algo que será analisado, já que tive uma concussão, mas o dano mais significativo foi na verdade causado pela minha prancha. Debaixo d’água, minha prancha deve ter me atingido com muita força na parte superior do abdômen, causando uma perfuração no pâncreas, o que estava causando uma dor significativa na área do estômago”, completou o surfista.








Você pode gostar