fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Se virar a cabeça para o lado errado mulher pode morrer 

A moça foi diagnosticada com diversas doenças na medula espinhal e procura tratamento que lhe devolva os movimentos do pescoço

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Da Redação
redacao@grupojbr.com

Já imaginou não poder virar a cabeça por ter risco de morte? É assim que Ainglesa Rachel Pighills, 33 anos, vive. Ela planeja viajar à Espanha em busca de um tratamento, pois seu pescoço tornou-se incapaz de suportar o peso da cabeça, limitando demais os movimentos que ela é capaz de fazer.

Em julho a mulher foi diagnosticada com doenças que afetam sua medula espinhal e cabeça, incluindo invaginação ou impressão basilar. Isso significa que seu crânio afunda sobre sua coluna vertebral, pressionando o tronco.

Apenas três cirurgiões em todo o mundo podem realizar a operação que lhe devolverá os movimentos. A cirurgia foi estimada em US$ 174 mil, cerca de R$ 700 mil. Até agora, ela conseguiu arrecadar cerca de US$ 15 mil – menos de 10% do valor total.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade