fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Polícia indicia duas pessoas por injúrias raciais contra mulheres

Homem foi preso na terça-feira (22), suspeito de agredir, xingar e cortar o cabelo da vítima

Avatar

Publicado

em

Foto: Polícia Civil/Divulgação
PUBLICIDADE

Um homem, de 34 anos, e uma mulher, de 25 , foram indiciados por injúria racial. A Polícia Civil de Oiapoque-AP investiga os casos, que ocorreram em um intervalo de menos de uma semana, contra duas mulheres.

O homem foi preso na terça-feira (22), suspeito de cometer agressão e injúria racial contra uma mulher, de 33 anos. Durante o ataque, o acusado ainda teria cortado o cabelo da vítima.

Em depoimento à Polícia Civil, ele contou que entregou R$ 100 para a mulher, para que ela comprasse drogas. No entanto, a vítima retornou sem os entorpecentes e sem o dinheiro.

De acordo com as investigações, o agressor foi ao lugar onde a vítima estava. Ele portava uma faca e desferiu um tapa no rosto da mulher, enquanto a chamava de ‘preta safada’ e cortava o cabelo dela com a faca.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O suspeito foi autuado em flagrante por injúria racial e real – que é quando a agressão tem o intuito de humilhar a vítima -, assim como por lesão corporal.

O segundo caso ocorreu em 16 de dezembro, quando a vítima, uma mulher de 27 anos, questionou a qualidade do serviço prestado em um salão de beleza. Como resposta, a funcionária, de 25 anos, teria dito: “como é que pode uma negra imunda dessa vir falar do meu trabalho desse jeito?”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com as investigações, uma testemunha confirmou a versão apresentava pela cliente do salão. A suspeita negou o crime, mas foi indiciada nessa terça-feira (22).




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade