fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Peixes-pênis invandem as praias da California, nos Estados Unidos

Segundo os especialistas, os peixes-pênis são arrastados para a praia quando ocorrem fortes tempestades e fora de suas tocas marítimas, se tornam presas fáceis para lontras, gaivotas, tubarões e até seres humanos

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Um fenômeno tem causado muita intriga na costa marítima norte-americana. Na California, mais precisamente em Drakes Beach, milhares de “peixes-pênis” foram encontrados na praia no dia 6 de dezembro, após uma forte tempestade.

Segundo os especialistas, os peixes-pênis são arrastados para a praia quando ocorrem fortes tempestades e fora de suas tocas marítimas, se tornam presas fáceis para lontras, gaivotas, tubarões e até seres humanos, já que esses vermes podem ser consumidos.

O “Peixe-pênis” também é conhecido como “verme gordo hospedeiro”, um tipo de verme marinho invertebrado que vive em tocas cavadas no fundo do mar. Como o seu nome sugere, se parecem com um pênis. A cauda serve para fixação, alimentação e locomoção.

Apesar de serem pequenos, não passando dos 20cm de comprimento, as tocas cavadas pelos peixes-pênis podem ter vários metros de profundidade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os peixe-pênis vivem por até 25 anos. Eles são criaturas inofensivas e passivas e se alimentam de bactérias, plâncton e outras partículas menores, que são capturadas por uma espécie de rede gosmenta produzida pelo próprio peixe-pênis quando quer se alimentar.

Existem apenas quatro espécies de Urechis caupo, nome científico do peixe-pênis, em todo o mundo. Além dos Estados Unidos, elas podem ser encontradas no Japão, Coréia do Sul e China.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade