Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Na Hora H!

Pai constrói um exoesqueleto para ajudar filho a andar

Vale lembrar que os exoesqueletos também ajudam pessoas que não possuem deficiência. Algumas empresas tem diversas aplicações, como sustentar trabalhadores de uma fábrica para tornar a jornada de trabalho menos cansativa

Foto: Christian Hartmann /Reuters

Oscar Constanza, de 16 anos, usa cadeira de rodas por causa de uma condição neurológica genética que faz com que seus nervos não enviem sinais suficientes para as pernas. Seu pai construiu um exoesqueleto para ajudá-lo a caminhar.

“Antes, eu precisava de alguém para me ajudar a andar … isso me faz sentir independente”, disse o adolescente.

O pai, Jean-Louis Constanza, é um dos fundadores da Wandercraft. Localizada em Paris, a empresa fabrica o exoesqueleto para pessoas com diversas dificuldades de locomoção.

“Um dia Oscar me disse: ‘pai, você é engenheiro robótico, por que não faz um robô que nos faça andar? Daqui a dez anos, não haverá cadeiras de rodas, ou muito menos”, disse Jean-Louis.

Foto: Christian Hartmann/Reuters

Vale lembrar que os exoesqueletos também ajudam pessoas que não possuem deficiência. Algumas empresas tem diversas aplicações, como sustentar trabalhadores de uma fábrica para tornar a jornada de trabalho menos cansativa.






Você pode gostar