Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Na Hora H!

Padrasto é preso suspeito de matar enteado sufocado

De acordo com a polícia, o corpo do menino tinha vários machucados e possíveis sinais de violência sexual

Foto: reprodução de TV

Em Águas Lindas de Goiás, um jovem de 22 anos foi preso suspeito de matar o enteado de 2 anos asfixiado com um travesseiro. O rapaz confessou o crime e disse que tentou socorrer a criança.

De acordo com a polícia, o corpo do menino tinha vários machucados e possíveis sinais de violência sexual. O caso aconteceu na terça-feira (5)

Uma equipe da Polícia Militar (PM) foi informada que um menino estava desacordado e o padrasto tentava reanimá-lo, mas não estava conseguindo.

Quando os militares chegaram, o padrasto tinha levado a criança ao hospital por conta própria. Gael Henrique do Nascimento Ribeiro foi atendido, mas não resistiu e morreu.

“O paciente apresentava lesões pelo corpo, em diversos locais”, diz o relatório médico. O padrasto, Vinícius Cardoso de Araújo, foi preso e levado para a delegacia.

Em depoimento, ele disse que sufocou a vítima com um travesseiro e, logo depois, tentou reanimar o enteado. A mãe da criança disse por telefone que estava dormindo e acordou com a movimentação do companheiro tentando reanimar Gael

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar