Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

“Operação Boi voador”: casal compra gado com cheque sem fundo e dá prejuízo de R$ 2 milhões

Vandinho  ganhou a confiança dos produtores para, logo depois, comprar 500 cabeças de gado em diversas propriedades da região e até mesmo de Goiás

Publicado

em

Publicidade

Da Redação
redacao@grupojbr.com

Nessa quinta-feira (8), a Polícia Civil de Mato Grosso prendeu um casal suspeito de estelionato. Os dois estavam em Guarantã do Norte, próximo à Cuiabá, acusada de aplicar um golpe de mais de R$ 2 milhões na compra de cabeças de gado. 

A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Barra do Garças (Derf) chamou o caso de “Operação Boi Voador”, já que a compra dos animais era feita com cheques sem fundo . Segundo a Polícia Civil, “Vandinho”, 52 anos, contava com a ajuda de M.C.S. para cometer o crime, sendo ela a responsável por assinar os cheques. 

Vandinho  ganhou a confiança dos produtores para, logo depois, comprar 500 cabeças de gado em diversas propriedades da região e até mesmo de Goiás. Na hora da negociação, o casal entregava cheques pré-datados para 30 ou 60 dias.

Então os produtores emitiam a Guia de Transporte Animal e nota fiscal como se os animais fossem para arrendamentos rurais da região. Entretanto, os animais nunca chegavam nas áreas destinadas e eram levados para leilões, na mesma região. 

Para evitar que houvesse uma execução de cobrança na Justiça, o casal ainda transferiu todo o patrimônio que possuía para terceiros.


Você pode gostar
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *