fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Mulher é presa acusada de matar marido; segundo decisão judicial, ela fazia sexo com amigos da vítima

Wellington Franklin Bezerra foi morto na madrugada de 3 de maio de 2002, com três tiros; suspeita ficou 11 anos foragida

Avatar

Publicado

em

Foto: Divulgação/Polícia Civil
PUBLICIDADE

Monica Maria Santiago, de 52 anos, ficou foragida durante 11 anos após ter sido condenada a 16 anos de prisão pelo assassinato do marido. Nessa segunda-feira (5), ela foi detida por policiais da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), na favela da Mangueirinha, em Duque de Caxias-RJ.

Wellington Franklin Bezerra foi morto na madrugada de 3 de maio de 2002, com três tiros. De acordo com a sentença de pronúncia de Monica no 4º Tribunal do Júri, a vítima dormia no apartamento onde o casal morava, quando foi baleada. A filha do casal estava na casa da família no momento do crime.

Em novembro de 2007, Monica foi condenada a 14 anos de prisão por homicídio duplamente qualificado. De acordo com as investigações, a suspeita “realizava festas no apartamento do casal quando o companheiro estava ausente e tinha relações sexuais com vários colegas de trabalho dele, o que causava danos vexatórios à imagem do ofendido”. Em março de 2009, a pena foi aumentada para 16 anos de reclusão.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade