Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Mulher é morta a tiros após audiência de divórcio 

Ex-marido é o principal suspeito, de acordo com a polícia

Letícia Perdigão

Publicado

em

PUBLICIDADE

Da redação
redacao@grupojbr.com

Uma mulher, de 32 anos, foi morta a tiros nesta segunda-feira (11), após sair da audiência de conciliação para tratar do divórcio. O principal suspeito é o ex-marido, de acordo com a polícia. 

O caso ocorreu em Caxias do Sul, na serra gaúcha. O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul informou que Ereni dos Santos tinha medida protetiva contra o ex-marido. 

Em setembro, ela havia passado por avaliação de risco, quando afirmou que não temia o ex-marido, mas queria a prorrogação da proteção por seis meses, por segurança. Na ocasião, ainda de acordo com o TJ, a mulher disse que não queria a responsabilidade criminal do homem. 

No início da segunda, o ex-marido teria perseguido a mulher na rua, batendo o carro na traseira do veículo dela e disparo em seguida. Foram cinco tiros. 

O juiz da Vara de Violência Doméstica, determinou a audiência do homem, que agora é procurado. 

O casal viveu junto por 20 anos, e estava separado desde abril de 2018. Ereni deixa uma filha de 14 anos e um filho de quatro.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade