fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Menina é abusada pelo pai e avô, em Belo Horizonte (MG)

Questionado sobre os crimes, o avô da menina disse que ela deveria compreender os abusos por que homens da família são “naturalmente safados”

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Nesta terça-feira (16), pai e filho, de 59 e 35 anos, foram presos acusados de abusar sexualmente de uma adolescente de 17 anos. A jovem é filha de um dos suspeitos e revelou à Polícia Civil abusos sexuais que ocorriam desde que ela tinha 8 anos pelo pai e avô paterno dela. As violações aconteciam em um sítio da família, em Belo Horizonte. A menina conseguiu fazer imagens de alguns dos acontecimentos. 

De acordo com o delegado Diego Lopes, da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), a apuração do caso começou em março quando a vítima e sua mãe foram fazer a denúncia na unidade policial. A menina relatou que era abusada pelo pai desde 8 anos de idade e depois passou a ser abusada pelo avô, a partir de 12 anos. De acordo com o jornal O Tempo, os abusos aconteciam de forma separada. 

“O que nos chamou a atenção e facilitou bastante a nossa investigação é que a vítima em um dos abusos praticado pelo avô, ela teve a perspicácia de filmar. Ela ligou a câmera do celular e deixou apontada para o teto, mas é possível ouvir o áudio do avô em que ele incentivava a vítima a se mastubar e a cometer outros atos libidinosos. Houve uma tentativa do pai de conjunção carnal com a filha, mas o ato foi impedido por ter aparecido uma testemunha no local do crime”, explicou o delegado.

A adolescente mora com a mãe em Belo Horizonte, mas tinha visitas quinzenais do pai abusador. Os investigados podem responder pelos crimes de estupro de vulnerável.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Questionado sobre os crimes, o avô da menina disse que ela deveria compreender os abusos por que homens da família são “naturalmente safados”

Segundo o delegado, a vítima criou coragem para denunciar para a Polícia Civil após conversar com algumas amigas e por acompanhar campanhas de conscientização. “Cada vez mais as campanhas cumprem seu papel para encorajar as mulheres, de qualquer idade, a denunciar os abusos e violações”, destaca o delegado.

Na casa dos suspeitos, vários computadores foram apreendidos. De acordo com a polícia, havia muita pornografia infantil dentro das máquinas

 

 




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade