fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Médico perdoa R$ 3,4 milhões em dívidas de pacientes com câncer

Muitas famílias afetadas pela pandemia não conseguiram arcar com os custos dos tratamentos

Avatar

Publicado

em

Foto: Arquivo pessoal
PUBLICIDADE

O oncologista Omar Atiq, que atuava no Estado do Arkansas, nos Estados Unidos, perdoou quase 650 mil dólares (o equivalente a R$ 3,4 milhões) em dívidas de cerca de 200 pacientes com câncer.

Após 30 anos de trabalho na área de saúde, o médico fechou o centro de tratamento de câncer no qual atuava. Antes de encerrar os serviços na unidade, ele contratou uma empresa de cobrança de dívidas para coletar os valores pendentes.

Com isso, o médico percebeu que muitas famílias afetadas pela pandemia não conseguiram arcar com os custos dos tratamentos.

Posteriormente, o profissional enviou uma carta para as famílias, a fim de avisar que todas as dívidas haviam sido perdoadas. As cartas foram entregues no Natal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Atiq é natural do Paquistão e fundou sua clínica no Arkansas em 1991.  Atualmente, ele leciona na Universidade de Arkansas para Ciências Médicas, na cidade de Little Rock.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade