fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Médico agride mulher trans em quarto de motel

O agressor teria ficado irritado após a vítima se recusar a realizar fetiche não combinado no programa

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Um médico foi preso por agredir uma transexual de 24 anos após um programa. Segundo a Polícia Civil, as agressões começaram após a vítima se recusar a atender um fetiche do médico que não estava combinado. 

O caso ocorreu na última terça-feira (14) em um motel de Goiânia-GO. A vítima filmou parte das agressões. Veja:

Os golpes quebraram o nariz da vítima e deixaram ferimentos no rosto. “Eles estavam em ato sexual. O médico pediu algo que a vítima não concordou e, então, deu um golpe de mata-leão nela. A vítima conseguiu correr seminua até a portaria para pedir socorro, disse o delegado Henrique Berocan, à frente do caso. Segundo o militar, alguns itens do quarto também foram quebrados.

A vítima disse que as agressões tiveram início quando ela se vestia para deixar o local. Neste momento, o médico, de 39 anos, a empurrou contra a parede e cometeu o crime. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O agressor foi preso em flagrante. A Justiça cuidará do caso.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade