fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Irmãos com deficiência perdem os pais para a Covid-19

Casal morreu em um intervalo de dois dias, em Guarujá, no litoral de São Paulo

Avatar

Publicado

em

Foto: Arquivo pessoal
PUBLICIDADE

Os pastores Manuel Reginaldo Gonçalves de Oliveira, de 66 anos, e Ednalva Gonçalves de Oliveira, de 63, vieram a óbito após serem diagnosticados com a Covid-19. Casados há 43 anos, o casal cuidava de dois filhos com deficiência. Além disso, outros dois filhos, de 25 e 37 anos, também são portadores de deficiências. A moça tem microcefalia e o rapaz tem síndrome de Down. As informações são do Portal G1.

O casal morreu em um intervalo de dois dias, em Guarujá, no litoral de São Paulo. Em entrevista cedida ao G1 nesta quinta-feira (10), a filha mais velha dos religiosos contou que tudo aconteceu muito rápido, apesar dos cuidados.

“A preocupação da minha mãe, antes de entubar, era com os filhos, medo de nos deixar sozinhos. O pior de tudo é a solidão, não poder dar um abraço”, diz a operadora de caixa Vanessa Gonçalves de Oliveira, de 42 anos.

Vanessa relatou ainda que os primeiros sintomas da doença apareceram em novembro e se assemelhavam a uma gripe. Após procurar uma unidade de saúde do município, o casal foi diagnosticado com a Covid-19. Em isolamento, os pastores passaram a apresentar sintomas mais severos da doença e foram internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ainda de acordo com Vanessa, pouco tempo depois de descobrir a doença, 80% do pulmão do pai, e 70 % da mãe, já estavam comprometidos.

Após pouco mais de uma semana, ambos precisaram ser entubados, em datas diferentes, apresentando piora no quadro. No dia 2 de dezembro, o pastor Manoel Reginaldo morreu, em decorrência de complicações causadas pela Covid-19. Dois dias depois, uma profissional da unidade de saúde ligou para informar que Ednalva Gonçalves de Oliveira também havia falecido.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por meio das redes sociais, a operadora de caixa agradeceu ao carinho dos fiéis da Igreja Assembleia de Deus de Guarujá, onde os pais ministravam.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade