Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Homem é preso após confessar ter matado a mãe a marteladas

Mulher que era cuidada pela mãe do suspeito, também morreu 

Publicado

em

PUBLICIDADE

Da redação
redacao@grupojbr.com

Um homem é suspeito de ter matado a mãe, de 54 anos, a marteladas, dentro da casa onde ela trabalhava. Ele procurou a delegacia nesta quinta-feira (7) e confessou o crime. O crime ocorreu na madrugada de segunda-feira (4). 

A vítima, Carmen dos Santos, era cuidadora. Ela foi encontrada morta em um quarto da casa onde trabalhava cuidando de outra mulher, Valdete Maria Cordeiro, de 52 anos. Valdete foi encontrada morta em outro cômodo do imóvel, mas sem sinais de violência. Os corpos só foram encontrados após o suspeito ter confessado o crime. 

Depois da confissão, os policiais conseguiram o endereço da casa e uma equipe foi até o local. Os policiais arrombaram a porta da residência e encontraram os corpos da mãe do suspeito e da mulher cuidada por ela. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com a polícia, a mulher que era cuidada pela mãe do suspeito estava sem sinais aparentes de violência. Como ela era acamada e dependia da cuidadora, a polícia supõe que ela tenha morrido por falta de assistência. 

Motivação do crime

O suspeito morava com a esposa e foi expulso de casa por ser usuário de drogas. Foi depois disso que ele decidiu procurar a mãe. O homem relatou que a mãe o abandonou ainda criança e e ele foi colocado para adoção. 

O delegado responsável pelo caso conta que o suspeito relatou que tinha usado drogas e foi até a casa onde a mãe trabalhava. No momento em que ele viu um martelo, ele começou a programar o homicídio. Em depoimento, de acordo com o delegado, ele mostrou ter grande ódio em relação a mãe por ter o abandonado. 

O caso ocorreu em Piúma-ES. O suspeito foi autuado por duplo homicídio e levado para o presídio. Os corpos foram encaminhados para o IML. 


Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade