fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Homem é demitido após xingar criança para defender Jair Bolsonaro em rede social

Homem enviou mensagem com alegações sobre sexualidade da criança e da avó

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução/Redes sociais
PUBLICIDADE

A médica Maria Helena Pereira, de 56 anos, foi atacada na internet após fazer críticas ao presidente Jair Bolsonaro. Um apoiador do presidente postou, em resposta ao comentário de Maria Helena, uma série de ofensas direcionadas à mulher e seu neto, de apenas quatro anos. Após o caso repercutir, o homem apagou as postagens, mas acabou sendo demitido da revista onde trabalhava.

Helena explica que havia interagido com uma postagem de um amigo nas redes sociais. Ao se posicionar contra o presidente, a médica comentou “Eu odeio o Bolsonaro” e, em seguida, afirmou não compreender como as pessoas podem apoiá-lo.

Alguns internautas afirmaram que o governo Bolsonaro seria bom para as gerações futuras e, em tom de brincadeira, Maria Helena comentou que nem o neto apoiava o chefe do executivo. Depois do comentário, o homem enviou a mensagem com teor ofensivo e ameaçador. Ele aparece fazendo alegações sobre a sexualidade da criança e da médica.

Foto: Reprodução/Redes sociais

Após os parentes de Helena compartilharem algumas fotos dos comentários, o caso ganhou repercussão. Em seguida, o homem apagou as ofensas e deletou o perfil na rede social. A família fez um boletim online na quinta-feira (19), no 3º DP de Santos-SP, para registrar o caso. Eles desejam que o homem se retrate. A revista onde o homem trabalha afirmou que “repudia e não aceita nenhum tipo de discriminação, ofensa e agressão” e anunciou o desligamento do colaborador.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade