Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Na Hora H!

Gangue que sequestrou estrangeiros no Haiti exige resgate de US$ 1 milhão por vítima

As informações foram reveladas pelo ministro da Justiça haitiano, Liszt Quitel, nesta terça (19) e causou perplexidade

A gangue haitiana 400 Mawozo, que sequestrou 17 missionários dos EUA e do Canadá em Porto Príncipe no sábado (16), exigiu um regate de US$ 1 milhão (R$ 5,5 milhões) para cada pessoa detida, segundo informações dadas pelo ministro da Justiça haitiano, Liszt Quitel, nesta terça (19).

As autoridades locais, segundo informações publicadas inicialmente pelo jornal americano Wall Street Journal, disseram que o grupo sequestrado foi capturado na periferia de Porto Príncipe e é composto por 16 americanos e um canadense. Cinco crianças estão entre as pessoas levadas pela gangue.

“Frequentemente, essas gangues sabem que essas demandas não podem ser atendidas e vão considerar uma contraoferta das famílias”, disse Quitel. “As negociações podem levar alguns dias ou até semanas.”

Ainda de acordo com o ministro, a quadrilha não estabeleceu um prazo para o pagamento do valor exigido.








Você pode gostar