fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Estudante rebate comentários racistas: ‘aceita que dói menos’

Cailane tem quase 14 mil seguidores no Instagram e mais de 41 mil no Tik Tok, onde ocorrreu o ataque

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução / Redes Sociais
PUBLICIDADE

Cailane Queiroz, uma estudante e digital influencer de 18 anos, rebateu comentários racistas, nas redes sociais, citando um trecho de uma música da artista Karol Conká. O comentário foi postado em um vídeo compartilhado pela jovem.

O caso ocorreu no último sábado (8). A baiana Cailane tem quase 14 mil seguidores no Instagram e mais de 41 mil no Tik Tok. Nas plataformas, ela é conhecida como blogueirinha.

Ela publicou um vídeo no Tik Tok, onde uma das seguidoras fez um comentário racista. O comentário foi: “Um carvão desse se acha ainda kkk”.

Cailane Queiroz foi informada por uma amiga sobre o comentário.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Eu fui olhar e vi a menina me atacando. O coração começou a acelerar e eu fiquei pasma. Eu não fiquei triste, mas fiquei abismada com a audácia dela de me falar isso, de ela chegar na cara de pau e mostrar mesmo que ela é uma pessoa racista”, disse Cailane Queiroz ao Portal G1.

Em seguida, a digital influencer decidiu rebater o comentário. Mesmo assim, a usuária continuou com os comentários de injúria racial. A seguidora teve a conta bloqueada após ser denunciada por outros internautas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

A estudante ainda não registrou boletim de ocorrência na delegacia, mas decidiu que vai tratar mais o tema racismo e intolerância religiosa nas suas redes sociais.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade