fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Dedetização no apartamento vizinho mata bebê de 8 meses

No Cazaquistão, uma bebê de oito meses morreu depois de uma dedetização no apartamento vizinho. Outras duas crianças estão no hospital em estado grave

Avatar

Publicado

em

foto: Reprodução
PUBLICIDADE

No Cazaquistão, uma bebê de oito meses morreu depois de uma dedetização no apartamento vizinho. Outras duas crianças, de três e cinco anos de idade, também estavam no apartamento com a bebê Guzal e estão no hospital em estado grave. 

Com o objetivo de acabar com baratas e inseto no local, o vizinho saiu do apartamento enquanto o dedetização era feita, mas não alertou os vizinhos. “Da outra vez que ele dedetizou o apartamento, ele nos avisou e nós deixamos a casa bem aberta para ventilar, mas dessa vez não nos falou nada!”, disse a mãe de  Guzal, Alinur Lobusko, em entrevista para a imprensa do país.

De acordo com o pai da bebê, Dilshat Abdurasulov, tudo aconteceu rápido e no início não compreenderam porque seus filhos estavam passando mal. 

O pai da pequena Guzal, Dilshat Abdurasulov, desabafou sobre o que aconteceu com sua filha. Ele relatou que tudo ocorreu muito rápido e que eles inicialmente não entenderam porque a pequena e as outras duas crianças, que são seus sobrinhos, estavam passando tão mal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Nós não sabíamos o que estava acontecendo. Minha filha Guzal estava chorando constantemente e nós achamos que eram algum dentinho nascendo. Então, ela ficou fraca e seu corpo ficou gelado, seus lábios e rosto ficaram azuis. Nós a levamos para o hospital, mas 30 minutos depois ela morreu”, desabafou o pai. 

A polícia foi até o prédio para examinar o caso e apontaram o uso do veneno Imidacloprid que entrou no apartamento da bebê por um duto de ar. 

 




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade