fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Cuba desenvolve a primeira vacina de combate ao câncer e busca aprimorar com parcerias

Junto ao instituto Roswell Park, de Nova York, estima-se que a aprovação para os testes leve de seis a oito meses e que em até um ano os testes clínicos já comecem a ser feitos

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Após desenvolver a Cimavax, uma vacina de câncer de pulmão, Cuba, com relações restabelecidas durante o governo Obama, querem criar uma parceria com os Estados Unidos para estudar e tornar a vacina ainda mais ampla e poderosa.

Com a parceria entre Cuba e o instituto Roswell Park, de Nova York, estima-se que a aprovação para os testes leve de seis a oito meses e que em até um ano os testes clínicos já comecem a ser feitos. A expectativa é que a vacina funcione também com outros tipos de câncer e consiga inibir o crescimento de células cancerígenas com uma eficiência ainda maior.

Segundo o Medical Daily, a Cimavax não previne a doença, mas faz um importante trabalho ao retardar o crescimento de células cancerígenas de tumores, estabilizando os sintomas e garantindo uma expectativa de vida para esses pacientes que vai de seis meses a quatro anos a mais, em comparação com pacientes que não tomaram a vacina.

Embora não seja uma solução milagrosa, a vacina contra o câncer de pulmão desenvolvida por Cuba tem uma eficácia comprovada bastante grande e um detalhe importantíssimo: ela é vendida a US$ 1, possibilitando que seja distribuída gratuitamente nos hospitais cubanos desde 2011.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade