Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Na Hora H!

Criança pode ficar em estado vegetativo após ser espancada por mãe e madrasta

De acordo com o magistrado, a menina foi espancada com socos, chutes, e torturada com “chicotadas” por um cabo de televisão dobrado

Foto: Google Street View/Reprodução

No último dia 19, uma criança, de 6 anos, foi hospitalizada em uma unidade de saúde de Porto Real (RJ). De acordo com as investigações, a menina teria sido espancada pela mãe e pela madrasta. A vítima deu entrada no hospital em estado grave e com quadro de hemorragia cerebral. As informações são do site Jovem Pan.

O juiz Marco Aurélio da Silva Adania, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro decidiu, na última quarta-feira (21) converter a prisão em flagrante da mãe e da madrasta em uma detenção preventiva. 

De acordo com o magistrado, a menina foi espancada com socos, chutes, e torturada com “chicotadas” por um cabo de televisão dobrado, além de ser empurrada de um barranco de sete metros de altura no fim de semana em que foi socorrida ao hospital. A detidas ainda estariam, segundo o juiz, privando a criança de alimentação ao longo de meses.

“Houve confissão em sede policial, de ambas custodiadas que confirmaram estar agredindo a vítima desde a última sexta feira, dia 16/04/2021, impondo a esta intenso sofrimento físico e psicológico, só promovendo seu socorro na presente data (talvez por temerem seu falecimento), mas mesmo assim dando continuidade às agressões, ou seja, impedindo cuidados básicos e mesmo alimentação”, destacou Marco Aurélio da Silva.

A dupla foi conduzida para a delegacia, local em que prestaram esclarecimentos e assumiram o crime. O motivo do delíto seria o ciúme que a namorada da mãe da criança sentia da menina.






Você pode gostar