Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Na Hora H!

Corpo de universitária raptada em bar é encontrado em rio

Corpo estava a 7 km da região central da capital paranaense, próximo a uma ponte e amarrado com materiais de ferro

Foto: Reprodução

A universitária Rebeca Cristiny Damasceno, de 28 anos, estava desaparecida desde 30 de maio, quando foi sequestrada em um bar. Nessa quinta-feira (10), o corpo da jovem foi encontrado em um rio, em Campo do Tenente, região metropolitana de Curitiba-PR. O principal suspeito do crime é o ex-cunhado da jovem.

Segundo o apurado pelo Portal UOL, o corpo estava a 7 km da região central da capital paranaense, próximo a uma ponte e amarrado com materiais de ferro.

Rosana Cardozo, tia de Rebeca, disse que o corpo “foi encontrado no rio boiando, por um pescador. Pelo que disseram existiam algumas marcas de violência e de tiros no corpo, além de estar amarrado a pedaços de ferros. Acreditamos que seria para não flutuar na água”.

O suspeito do crime é Edson Júnior Mattger, de 24 anos. De acordo com a Polícia Civil, Rebeca teria denunciado Edson, após o suspeito agredir a ex-exposa, irmã da vítima. Os investigadores suspeitam que o crime tenha sido motivado por vingança.

Edson está foragido e seu mandado de prisão foi expedido em 6 de junho, a pedido da Polícia Civil. Um segundo suspeito, um adolescente de 16 anos, também está foragido por suposta participação no caso.

Testemunhas relataram que Rebeca desapareceu em 30 de maio enquanto estava em um bar em Campo do Tenente. Ela teria sido raptada por Edson e esse adolescente, que a teriam puxado pelo cabelo e a colocado em um carro.

A dupla ainda teria voltado ao bar cerca de 30 minutos depois para coagir os frequentadores a não denunciarem o ocorrido à polícia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar