Na Hora H!

Concessionária diz que salto de paraquedas da Ponte Rio-Niterói pôs motoristas e embarcações em risco

Segundo as imagens, vários motoristas que trafegavam na via precisaram reduzir a velocidade para desviar do veículo utilizado para realizar a prática

Dois homens postaram fotos nas redes sociais em que aparecem saltando da Ponte Rio-Niterói. De acordo com a concessionária que administra a estrada, a ação colocou motoristas e embarcações em risco.

O superintendente da Ecoponte, Júlio Amorim, contou que o sistema de monitoramento da ponte filmou o salto.  Ele afirmou ainda que nenhuma autoridade autorizou o base-jump no local.

Segundo as imagens, vários motoristas que trafegavam na via precisaram reduzir a velocidade para desviar do veículo utilizado para realizar a prática. Ainda segundo o superintendente, existe o risco de incidentes envolvendo grandes embarcações.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) os envolvidos na ação foram identificados e serão responsabilizados conforme a legislação Penal, Civil e de trânsito. Os saltadores devem responder por falta do uso de cinto, conduzir pessoas na parte externa do veículo, promover exibição não autorizada em via e não guarda da distância lateral da pista.

As imagens foram postadas em redes sociais pelos próprios paraquedistas. Um deles se identifica como Gabriel e outro, como João Correia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O base-jump é uma modalidade em que são realizados saltos de penhascos, antenas, prédios e outras estruturas, com pouco tempo de queda livre. Para isso, é usado um paraquedas apropriado para aberturas a baixas altitudes.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar