Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Na Hora H!

Cachorro morre eletrocutado após encostar focinho em poste

De acordo com a dona do animal, que estava presente na hora do acidente, não havia nenhum fio próximo ao poste

Foto: Arquivo Pessoal

Após encostar o nariz em um poste de luz energizado, uma cadela de 10 anos morreu na última terça-feira, 11. O acidente aconteceu em um local frequentado diariamente por crianças, adultos e outros animais, em Ponta Grossa.

A golden retriver se chamava Meg e pertencia a uma família da cidade. Ela e o outro cachorro da família eram levados ao mesmo parque todos os dias.

“Ela estava cheirando o poste como qualquer cachorro, farejando, daí ela encostou o focinho no poste, acho que fechou o circuito, e deu choque nela. Na hora ela já caiu pro lado”, disse o empresário Fábio Fanchin, dono da cadela.

De acordo com a dona do animal, que estava presente na hora do acidente, não havia nenhum fio próximo ao poste que demonstrasse qualquer tipo de problema elétrico.

A prefeitura da cidade afirmou, através de uma nota, que um curto circuito causou a descarga elétrica.

O empresário disse que a esposa não teve tempo de socorrer Meg, que morreu imediatamente. No incio, a mulher achou que algum inseto tivesse picado a cadela.

“Em uma atitude não recomendada, ela tirou o sapato, botou o pé no chão, encostou no poste e levou um choque”, contou Fanchin ao g1.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Meg ainda foi levada pela família a um consultório veterinário, mas já chegou ao lugar sem vida.

O que diz a prefeitura

A prefeitura lamentou o acidente, avaliado por ela como uma fatalidade. De acordo com a prefeitura, após o incidente, uma equipe de manutenção foi encaminhada ao parque. A equipe constatou que o curto-circuito atingia apenas o poste que Meg farejou.

A prefeitura disse, também, que os postes passam por manutenções periódicas, mas que estas ações serão intensificadas após o acidente com a cadela.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar