Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Na Hora H!

Bebê faz ‘V de vitória’ durante ultrassom

Pai, que luta contra um câncer raro, encarou a situação como um sinal divino

Foto: Arquivo Pessoal/Felipe Moreira dos Santos

Durante um exame de ultrassonografia, um bebê de seis meses fez um ‘V de vitória’ para os pais. O pai da criança, Felipe Moreira dos Santos, de 32 anos, foi diagnosticado com câncer raro no baço e encarou a situação como um sinal divino. Ele relata que a criança é o primeiro filho do casal.

Foto: Arquivo pessoal

Felipe é morador de Guarujá, no litoral de São Paulo, e relatou, em entrevista ao Portal G1, que seu maior sonho é ser pai. Ele descobriu o câncer maligno, de 20 centímetro, no rim esquerdo há cerca de nove meses. Pouco tempo após o rapaz passar por uma cirurgia, a esposa dele ficou grávida.

Doença

Felipe descobriu o tumor nos rins ao sentir forte dores do lado esquerdo da barriga. Inicialmente, o rapaz achou que poderia ser pedra nos rins, pois ele já tivera cálculo renal anteriormente.

Posteriormente, Felipe percebeu um coágulo de sangue na urina e decidiu procurar por atendimento médico. Ele precisou ser internado e passou por exames médicos, que não apontaram alterações. No entanto, o médico afirmou que o rapaz realmente estava com cálculo renal e recomendou que ele bebesse água.

Algum tempo depois, Felipe começou a sofrer com o inchaço da barriga, mas pensou que poderia ser algo relacionado à comida do trabalho. Nessa ocasião, um caroço do tamanho de uma laranja apareceu do lado esquerdo de Felipe.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ele procurou um urologista e foi solicitado que o paciente realizasse uma tomografia, pois havia a suspeita de algum cálculo ter ficado preso na uretra. No entanto, o exame apontou um tumor maligno de 20 centímetros no rim esquerdo, e ele foi submetido a uma cirurgia de urgência para a retirada o órgão.

Após a cirurgia, Felipe foi encaminhado para ser tratado por uma oncologista. A profissional pediu para o paciente realizar um exame chamado pet-scan, no entanto, o processo até que o resultado fosse entregue demorou cerca de um mês. Nesse período, Felipe voltou a queixar-se de dores.

Com o laudo em mãos, o paciente foi informado pelos profissionais que a doença havia voltado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Foto: Arquivo pessoal

Ultrassom

Felipe sonhava que seu primeiro filho seria um menino. Inicialmente, os médicos informaram que o bebê seria uma menina, mas, desconfiados, os pais resolveram fazer novos exames, que confirmaram que na verdade a criança era do sexo masculino.

Posteriormente, o casal foi até uma consulta para realizar um exame de ultrassom. Devido ao tratamento contra o câncer, Felipe raramente comparece às consultas de pré-natal. No entanto, nesse dia, ele insistiu para acompanhar a esposa.

Ao ver o ultrassom, o casal teve uma surpresa. Além de ouvir o coração de Davi, os dois testemunharam algo inusitado: o filho fazendo um sinal de ‘V’ com uma das mãos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar