fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Bebê com HIV rejeitado por dez famílias é adotado por casal gay

Para surpresa de todos, depois que Olivia foi adotada e recebeu tratamento médico, os sinais do HIV desapareceram.

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Da Redação
[email protected]

Um casal gay adotou um bebê com HIV que foi rejeitado por 10 famílias na Argentina e para surpresa de todos, depois que Olivia foi adotada e recebeu tratamento médico, os sinais do HIV desapareceram.

Os pais Damian Pighin e Ariel Vijarra comemoraram a notícia boa quando os testes comprovaram que o vírus não era mais detectável no corpinho da menina.

Depois disso, o casal adotou uma segunda filha, chamada Victoria, as duas crianças completam 5 anos em 2019.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Damian Pighin e Ariel Vijarra foram o primeiro casal homoafetivo a se casar em Santa Fe, eles trabalham para uma ONG que ajuda casais a adotarem filhos rejeitados e foi assim que eles adotaram Olívia.

Os dois esperaram durante três anos pela oportunidade de adotar, mas assim que seguraram e alimentaram a menina, sem que ela soltasse um único choro, Damien e Ariel entenderam que havia uma conexão especial entre eles.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade