fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Barraca de praia cobra R$ 60 de cliente que comprar de ambulantes

Segundo um gerente da barraca, os avisos foram colocados na última segunda-feira (13) para evitar a venda fixa de produtos durante uma festa particular no local mas ainda não foram retirados

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Uma barraca da Praia do Futuro, em Fortaleza, causou revolta dos consumidores na última terça-feira (14). Nos coqueiros e na estrutura do local, um aviso: “Cobramos R$ 60 de rolha por produto consumido não da barraca”. O aviso informa que os clientes não podem consumir produtos vendidos por vendedores ambulantes fixos. Em caso de descumprimento, os usuários são obrigados a pagar a taxa adicional.

Segundo um gerente da barraca, os avisos foram colocados na última segunda-feira (13) para evitar a venda fixa de produtos durante uma festa particular no local. O estabelecimento não tem problemas com os vendedores ambulantes que se deslocam pela praia, mas questiona aqueles que ficam parados no estabelecimento.

O órgão de defesa do consumidor do Ceará, o Decon, apura o caso para saber se há infração aos direitos dos clientes.

A presidente da Associação das Barracas da Praia do Futuro, Fátima Queiroz, considera como “uma atividade totalmente contra o fluxo” a cobrança imposta pelo estabelecimento. Apesar de afirmar que há um assédio dos ambulantes, ela diz que a entidade preza pela boa convivência com os vendedores.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade