Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Na Hora H!

Assassino mata ex-mulher em frente a filha de quatro anos

O pai de Adriane Speke, de 69 anos, também foi assassinado pelo ex-genro, conforme a polícia militar

Foto: Agência Brasília

Um homem assassinou a tiros a ex-esposa em frente à filha de quatro anos em Reserva, nos Campos Gerais do Paraná, no domingo (5). O pai de Adriane Speke, de 69 anos, também foi assassinado pelo ex-genro, conforme a polícia militar.

Ederson Marins de Oliveira ainda atirou contra o irmão da vítima de 28 anos. O jovem foi atingido na perna e encaminhado a um hospital onde ainda segue internado.

O irmão de Adriane contou que Ederson invadiu a casa do pai deles depois da jovem se recusar a conversar com o suspeito. No local, o assassino disparou contra ela.

O rapaz tentou segurar Ederson, mas acabou atingido. Segundo ele, o pai, Pedro Speke, conseguiu acertar o suspeito com um pedaço de madeira na cabeça, mas foi baleado no tórax. Adriane conseguiu pular uma janela para fugir. Já o idoso não resistiu e morreu antes da chegada do socorro.

A mulher deu a volta pelo lado de fora da casa e foi em direção ao ex-marido, quando foi alvejada, segundo a PM.

De acordo com as autoridades, depois de matar as vítimas, Ederson tentou fugir no carro da ex-esposa. Durante a fuga, o suspeito atirou na própria cabeça, segundo a Polícia Civil.

Conforme a Polícia, Ederson tinha histórico de violência doméstica contra a vítima. Ela chegou a se mudar para Ponta Grossa e pediu medida protetiva contra ele.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Recentemente, Adriane havia voltado para a casa dos pais em Reserva, quando o homem começou a exigir que eles retomassem o relacionamento.








Você pode gostar