fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Assalto a banco em Criciúma é inédito na região, diz delegado

Quadrilha portava fuzis de calibres 556 e 762 e .50, capaz de derrubar helicópteros

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução/TV
PUBLICIDADE

Cerca de 30 pessoas encapuzadas assaltaram uma agência do Banco do Brasil, na madrugada dessa terça-feira (dia 1°). O crime ocorreu em Criciúma-SC e é inédito no estado, devido ao armamento utilizado pelos suspeitos e à dimensão do assalto.

O delegado Anselmo Cruz, titular da Delegacia de Roubos e Antissequestro da Diretoria Estadual de Investigações Criminais de Santa Catarina, relatou ao GloboNews que essas características reforçam a hipótese dos envolvidos no crime serem pessoas de fora do estado.

Ele disse ainda que a quadrilha portava fuzis de calibres 556 e 762 e .50, capaz de derrubar helicópteros. Durante a ação, os suspeitos fizeram funcionários da prefeitura de reféns e atiraram contra prédios, estabelecimentos comerciais e contra o Batalhão da Polícia Militar da cidade.

Além disso, cerca de 30 quilos de explosivos foram deixados no local, mas não se sabe quanto os suspeitos usaram efetivamente. Uma quantia de dinheiro em espécie também foi abandonada pelo grupo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A ação durou 1 hora e 45 minutos e deixou um PM e um vigilante feridos. Posteriormente, 10 carros usados no assalto foram apreendidos em um milharal de uma propriedade privada em Nova Veneza, a noroeste de Criciúma.

Quatro moradores foram detidos suspeitos de recolherem R$ 810 mil que ficaram jogados no chão após a explosão dos caixas eletrônicos. O caso está sendo investigado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade