Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Na Hora H!

Após 18h de agonia, criança de 8 anos retira moeda da garganta

Menino foi transferido por volta das 14h30 dessa quinta-feira (10) para o Hospital Regional de Registro, e o procedimento começou por volta das 15h

Foto: Arquivo pessoal/Murilo Silva Moraes

Após um procedimento médico de endoscopia, o menino de 8 anos que engoliu uma moeda finalmente se livrou do objeto que estava preso em sua garganta. O garoto ficou cerca de 18 horas com a moeda na garganta e se queixava de muita dor, além de não poder se alimentar. Miguel Carvalho Moraes, morador de Registro, no interior paulista, foi transferido para um hospital, onde fez uma endoscopia. Para o pai, Murilo Silva Moraes, de 30 anos. a recuperação do filho é um milagre. As informações são do Portal G1.

“[Meu filho] já está arrependido de ter brincado com a moeda. O nosso sentimento, meu e da minha esposa, é que Deus existe, porque foi um milagre. Ver ele saindo do hospital e andando bem é um milagre de Deus”, contou Murilo ao Portal G1.

Entenda o caso

No momento do acidente, o pai da criança realizou a manobra de Heimlich, para que Miguel voltasse a respirar. Mesmo após várias tentativas de desengasgá-lo, a família precisou encaminhar a criança ao hospital para realizar um procedimento de retirada da moeda.

Segundo o pai, o acidente ocorreu por volta das 21h de quarta-feira (9). Na ocasião, Miguel foi até o pai e informou que havia engolido a moeda. Assustada, a criança já estava sem ar. Em seguida, o pai iniciou a manobra para ver se conseguia retirar a moeda.

Após não ter sucesso nas tentativas de desengasgar a criança, o pai decidiu seguir com o menino para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, onde ele passou por atendimento médico e fez um raio-x. O exame mostrou que a moeda está localizada na região da garganta.

A criança se queixava de muita dor e não conseguia se alimentar. Para retirar o objeto, a equipe médica que realizou o primeiro atendimento solicitou que Miguel fosse transferido para outro hospital, onde a criança pudesse passar por uma endoscopia.

O menino foi transferido por volta das 14h30 dessa quinta-feira (10) para o Hospital Regional de Registro, e o procedimento começou por volta das 15h. Ele precisou fazer uma endoscopia e ficou na unidade até o efeito da anestesia passar, recebendo alta por volta das 17h.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Foto: Arquivo pessoal/Murilo Silva Moraes






Você pode gostar