fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Após 13 anos em abrigo, adolescente é adotado

De acordo com o jovem, ele foi abandonado pelos pais, que eram usuários de drogas, aos quatro anos

Avatar

Publicado

em

Foto: Arquivo pessoal
PUBLICIDADE

Quando já não acreditava que seria possível, Antonio Jucier da Silva Filho foi adotado, aos 17 anos. Atualmente, com 21 anos, ele vive com a família que o acolheu. Antonio relatou toda a história de sua adoção ao Portal G1. 

O lugar onde Antonio passou a maior parte da infância foi a Casa Crescer e Brilhar, localizada em São Vicente-SP. A instituição é responsável por acolher crianças e adolescentes vicentinos. De acordo com o jovem, ele foi abandonado pelos pais, que eram usuários de drogas, aos quatro anos.

Além de Antonio, o casal também deixou três outro filho, duas meninas e um menino. Uma das irmãs de Antonio era bebê quando foi adotada, já a mais velha foi transferida para outro lar de adoção. Aos oito anos, o jovem e o irmão quase foram adotados, no entanto, o casal que iria adotá-los estava passando por um processo de separação e isso impossibilitou a adoção. 

Após esse episódio, Antonio foi encaminhado para a Casa Crescer e Brilhar, onde ficou por oito anos, até ser adotado. O primeiro contato com a família adotiva ocorreu por meio de outro casal, que o levava algumas vezes para passar o fim de semana na casa deles. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O casal que apresentou Antonio precisou ir morar em outro país, o que impossibilitou a adoção. No entanto, a outra família continuou a receber Antonio em casa, o que fortaleceu cada vez mais os laços entre eles. 

O processo de transição do abrigo para o novo lar foi natural. “A adoção foi algo surpreendente para mim. Nessa idade, já estamos com um pé fora do lar e sempre há um desespero em relação ao que fazer quando sair, para onde ir, como se sustentar sozinho, entre milhões de coisas que passam pela cabeça de um jovem acolhido”, explicou Antonio ao Portal G1.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade