Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Na Hora H!

Amigo diz que tiro acidental matou empresária

Conforme o delegado, o homem tinha comprado a arma há 3 meses e foi fazer uma demonstração

Foto: reprodução

No último domingo (3), a empresária Janaina Silva Barrozo, de 37 anos, morreu com um tiro durante uma festa, em Cuiabá (MT). Na ocasião seu marido disse que ela foi vítima de bala perdida.

De acordo com a polícia, um amigo da vítima revelou outra história. Ele confessou ter sido o autor do tiro, mas disse que foi um acidente.

“Ele nos relatou que ocorreu um disparo acidental e que ele próprio estava com a arma na mão no momento do tiro. Sendo que essa versão diversa da realidade apresentada pelo próprio marido da vítima”, disse o delegado Mário Santiago.

Conforme o delegado, o homem tinha comprado a arma há 3 meses e foi fazer uma demonstração. “Ele relatou que, ao sair da festa, já dentro do veículo, pegou a arma no console e efetuou um disparo para cima. Quando colocou a arma para dentro do carro novamente e foi tirar o carregador, ela teria disparado”, disse.

O amigo e autor do disparo estava no banco de trás do veículo. O tiro acidental atravessou o banco e atingiu a empresária que estava na frente.

A Polícia Civil aguarda resultado das perícias. Até agora ninguém foi intimado sobre o caso

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar