Siga o Jornal de Brasília

Gastronomia

Bullguer prepara chegada a Brasília após 15 de março

O mercado de Brasília vai ganhar a primeira unidade da Bullguer, na segunda quinzena de março. A hamburgueria que ficou conhecida em São Paulo por oferecer sanduíches clássicos, elaborados com ingredientes frescos e servidos de forma rápida, vai ocupar uma das lojas do bloco C, da 410 Sul. Os preços são bastante convidativos: vão de R$ 18 a R$ 25.

“Abrir a primeira loja da Bullguer em Brasília é uma grande conquista para nós! Estamos caprichando muito para agradar aos brasilienses e mostrar a eles nosso conceito, que alia matérias-primas de primeira qualidade, serviço ágil e despojado e preços justos. Difícil dizer, mas acredito será nossa loja mais bonita até hoje”, afirma o Thiago Koch, sócio responsável pela elaboração do cardápio.

A casa terá 85 lugares, serviço despojado e sem garçom. A exemplo de outros estabelecimentos da cidade, os clientes precisam fazer seus pedidos no caixa e levam para a mesa um sensor luminoso que pisca quando os sanduíches estão prontos para a retirada.

O que terá para comer

O menu enxuto reúne oito hambúrgueres com 100g de carne 100% Black Angus. Todos são preparados pela técnica de smash burger, originária dos Estados Unidos e já bastante difundida no Brasil. Nesse modelo de produção, a carne vai para a chapa moldada como uma bola e é esmagada com a espátula, o que faz com que seja melhor caramilzada, continue suculenta e ganhe mais sabor e cor. Já os pães são carimbados com um stencil da Bullguer em brasa, uma inovação que acabou se tornando moda entre as hamburguerias.

A técnica ganhou até uma receita. O Stencil leva carne, queijo prato fundido, cebola roxa, alface, tomate e molho especial com páprica (R$22). Outro queridinho da casa é o Lumberjack, com carne, queijo, bacon e picles (R$22). Ainda tem o Bullguer (R$20), montado com os mesmos ingredientes do anterior, mas sem as tiras de carne de porco defumadas.

Para quem gosta de frango, a casa oferece o No Chicks (R$20), um hambúrguer crocante coberto por queijo, cebola roxa, alface e maionese da casa. E quem prefere peixe, pode pedir o Fisherman, com tempurá do produto, queijo, alface e molho (R$ 25).  Para o vegetarianos, a dica é o Cheese Please (R$25), que reúne um disco de 100g de queijo camembert empanado em farinha panko, além de molho, alface e tomate. O menu conta ainda com uma sugestão especial de hambúrguer por mês.

Acompanhamentos

Para acompanhar, terá porção de Batatas Crinkles, fritas e onduladas, temperadas com páprica e acompanhadas de maionese da casa (R$ 9), que pode ser consumida à vontade. Há também a opção de adicionar à entrada uma generosa porção de queijo fundido cremoso (R$ 5). Na seleção de bebidas, tem milkshakes (R$16) de chocolate e um novo sabor a cada estação; Berrie Lemonade (R$9), feita na casa, além de refrigerantes, chás gelados e chope Heineken (R$9, por 330 ml).

De sobremesa, tem Apple Pie (R$ 18) ao estilo americano, servida quente com sorvete de creme e caramelo. Para quem não abre mão do sorvete, vai ter sundae (R$ 14) de creme com diferentes toppings, alterados periodicamente, e casquinha de creme (R$ 5).

Sobre a hamburgueria

A Bullguer é tocado por Alberto Abbondanza, Ricardo Santini e Thiago Koch, chef responsável pela concepção do cardápio. Em 2015, a marca foi premiada como melhor “Bom e Barato” pela Veja São Paulo Comer e Beber e primeira colocada no ranking do hambúrguer da Viagem e Turismo. Por mês, a casa atende 120 mil clientes que compram 150 mil hambúrgueres.  Já são doze unidades em funcionamento em São Paulo, no interior deste Estado, no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte.

Confira:

Bullguer Brasília
Endereço: CLS 410, Bloco C, Loja 5
Previsão de abertura: 2a quinzena de março
Horário de funcionamento: Diariamente, das 12:00 às 00:00

Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA