Siga o Jornal de Brasília

Futebol

Presidente do IVB garante participação do Brasília no NBB



Pedro Marra
[email protected]

Um clube multicampeão que há poucos dias estava cogitado à falência após a perda de patrocínios – UniCeub e Terracap – começa a virar o jogo contra a crise. No próximo dia 11, o time de basquete da capital irá confirmar sua inscrição no Novo Basquete Brasil (NBB) 2017/18, durante assembleia dos representantes da Liga Nacional de Basquete (LNB). A cesta decisiva será arremessada dez dias depois (21), com o pagamento da taxa mínima exigida para as equipes disputarem a competição.

E o Brasília já teria de onde tirar essa quantia. Quem garante é o próprio presidente do Instituto Viver Basquetebol (IVB), Homero Neto. “O Brasília irá disputar o NBB”, crava o dono da conta na LNB, com exclusividade, ao Jornal de Brasília. O valor deve ser custeado pelo Banco de Brasília (BRB).

O time candango poderá se inscrever no NBB no encontro a ser realizado na próxima terça-feira (11), às 9h, em São Paulo, num hotel da capital. Na ocasião, também será colocado à mesa de discussão o balanço da temporada passada.

Já no dia 21, a situação financeira dos clubes tem de ser comprovada. De acordo com a assessoria de comunicação da LNB, para uma equipe participar do NBB, a mesma tem de comprovar as condições financeiras com o pagamento de no mínimo R$ 1,5 milhão. “Isso se dá através de um documento enviado pelas equipes onde todas as receitas são discriminadas”, relata a assessoria.

Saiba mais

  • Além de correr contra o tempo para reforçar a equipe, a equipe candanga, talvez, precise encontrar um novo ginásio para mandar os jogos. No próximo dia 31 termina o contrato com a Associação dos Empregados da CEB (Asceb).
  • Sem a renovação, o time já teria um plano B: um ginásio aprovado pela Liga e que o time já jogou, possivelmente o localizado no Setor Militar Urbano (SMU).
  • O novo diretor de marketing, Leonardo Buarque, pretende fazer parcerias sociais e trazer patrocinadores de porte pequeno. O Bauru (atual campeão) é um exemplo, segundo ele.

Qualidade do elenco

A qualidade do elenco do time candango ainda depende do futuro financeiro. Até agora, o elenco só conta com quatro jogadores confirmados: o pivô Lucas Mariano, os armadores Deryk e Jefferson Campos, além do ala João Phylippe. Destaque da equipe na temporada passada, o armador Fúlvio já acertou contrato com o Vasco. O ala/pivô Guilherme Giovannoni pode seguir o mesmo caminho em breve.

Para preservar o nível competitivo que teve nas últimas nove edições do NBB, o time candango arquitetou um projeto de captação de patrocínio. O profissional Leonardo Buarque foi contratado para assumir a função, além do cargo de diretor de marketing.

De acordo com Leonardo Buarque, há negociações bem encaminhadas com dois possíveis patrocinadores “nível NBB”. “Estamos em conversas adiantadas com duas empresas a nível dos clubes do NBB”, afirma.

O fechamento com o novo patrocínio será importante também para quitar dívidas com os jogadores da temporada passada.

José Carlos Vidal, diretor técnico e ex-treinador do Brasília, não sabe o motivo da perda de apoiadores, mas espera que o projeto siga em andamento e contesta a perda de patrocinadores.

“Não sei o porquê. O time é um campeão”, defende Vidal. Ele é quem representa a equipe no conselho administrativo do clube.

Você pode gostar
Publicidade