Siga o Jornal de Brasília

Futebol

Melhor do mundo, zagueiro xerifão e coração valente: jogadores do DF brilham

O futebol de Brasília tem muito do que se orgulhar. Quando se pensa em celeiro de craques, muitos dirão Rio de Janeiro, Bahia ou São Paulo, mas o futebol da capital e as cidades-satélite pode ser incluído nessa lista sim.
Tem dúvidas? Vamos aos maiores nomes que nasceram na área.

Kaká

Vamos começar por um óbvio. Kaká pode ter aparecido em São Paulo com a camisa tricolor, mas ele nasceu no DF, assim como seu irmão, o ex-zagueiro Digão. Depois de aparecer no São Paulo Futebol Clube, Kaká foi para o Milan e o resto é história.
Campeão italiano, da Champions League, melhor jogador do mundo e até uma Copa do Mundo em 2002, que mesmo ele mal tendo pisado em campo, conta e muito. Kaká é com certeza o maior jogador nascido no DF.

Lúcio

Mas o zagueiro Lúcio não fica muito atrás. Titular do Brasil em 2002, o xerifão ainda jogou a Copa de 2006 e marcou época no Bayern de Munique, onde foi tricampeão alemão. Mas faltou a conquista da Champions League na Alemanha.
Sem problemas: depois de ter sido liberado pelo Bayern, ele foi para a Inter de Milão e mostrou que ainda tinha muita gasolina no tanque e levou a Champions lá.

Porém, vale a pena destacar uma história curiosa: Lucio nasceu em Planaltina e jogava pelo time da cidade, que enfrentou o Internacional na Copa do Brasil. O time perdeu por 7 a 0, mas mesmo assim o Inter contratou o jogador. Quem vai falar que não deu certo?

Washington

Os dois acima tiveram carreiras internacionais consagradas. Mas Washington é a história de superação e merece lugar nesta lista. Ele já era um excelente atacante quando descobriu uma condição séria no coração que poderia ter acabado com sua carreira. Washington ainda tinha Diabetes.
Mas o Coração Valente voltou a jogar e foi o artilheiro do Brasileirão de 2004 pelo Atlético Paranaense de forma destacável. Ele ainda passou pelo Fluminense, onde se tornou um ídolo da torcida e pelo São Paulo.

Amoroso
Washington não é o único atacante de peso nesta lista. Amoroso é mais um jogador nascido no DF e que também passou pelo São Paulo. Matador, ele passou pelo Guarani, Parma, Borussia Dortmund, Milan e teve seu auge no tricolor, onde ganhou o Mundial de Clubes.

Dimba
Para terminar a lista de atacantes, Dimba merece seu lugar. Ele não era o matador de maior habilidade e sua passagem pelo Flamengo não deu nada certo. Mas ninguém pode tirar seu lugar na história como artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2003, com impressionantes 31 gols.
Com passagens pelo Brasiliense, Ceilândia, Legião, Gama e Sobradinho, Dimba é com certeza o senhor Distrito Federal nos campos de futebol.

Felipe Anderson
A história de Felipe Anderson ainda está sendo escrita, por isso pode parecer exagero colocá-lo aqui. Mas não é. Revelado pelo Santos, ele teve bons momentos na equipe praiana na era Neymar, antes de ser vendido para a Lazio.
Nos seus cinco anos no clube italiano ele mostrou um futebol de alto nível e sua transferência multimilionária foi sendo construída por boatos até que saiu de verdade: 42 milhões de euros, a compra mais cara da história do londrino West Ham. Só para efeito de comparação, Kaká custou oito milhões.

Fonte: Netflu.com.br, Noticiasfutebol.com.br

Você pode gostar
Publicidade