Menu
Futebol

Grêmio x Defensor: Tricolor gaúcho em busca de mais uma virada

Arquivo Geral

23/05/2007 0h00

Se fosse qualquer outro time brasileiro, a torcida poderia estar até desanimada. Mas pelo retrospecto do Grêmio neste ano, os tricolores com certeza lotarão o estádio Olímpico, nesta quarta-feira, às 19h15, para a partida de volta das quartas-de-final da Taça Libertadores contra o Defensor, do Uruguai. No jogo de ida, em Montevidéu, o time gaúcho perdeu por 2 x 0.


 


Agora, para ir às semifinais da competição continental que tenta o tricampeonato, o Grêmio precisa vencer por três gols de diferença. Apesar de difícil, não é impossível para o Tricolor gaúcho, que já operou milagres bem maiores esse ano. Na semifinal do Campeonato Gaúcho, o time perdeu por 3 x 0 na partida de ida contra o Caxias, mas conseguiu golear em casa por 4 x 0 e se classificou para a final.


 


Mesmo na Libertadores deste ano, o time de Porto Alegre já conseguiu reverter um resultado adverso. Nas oitavas-de-final, depois de ter perdido para o São Paulo por 1 x 0 no estádio do Morumbi, o Grêmio usou a força de sua torcida e arrancou a classificação ao vencer por 2 x 0 na partida de volta.


 


Um dos destaques do time neste ano, o jovem atacante Carlos Eduardo espera uma forte marcação do time uruguaio no compromisso desta quarta. “A marcação é forte na Libertadores. Os times têm essa característica. O sistema defensivo costuma ser muito forte. Esperamos uma partida dura. Mas não sou só eu. O Mano tem outras boas alternativas, como o Amoroso, que está muito bem, o Tuta, o Tcheco vindo de trás.”


 


Já o meio-campista paraguaio Gavilán ressalta que o time precisa entrar forte para conseguir a classificação. “Na Libertadores, temos que lidar com todos os tipos de situações e com todos adversários, sejam fortes ou fracos, sejam históricos ou não. Temos que jogar nosso futebol e deixarmos as coisas acontecerem naturalmente. Se tivermos que entrar forte, vamos entrar forte. Se tivermos que correr mais, é o que faremos. São eles ou nós. E queremos seguir na Libertadores.”


 


O técnico Mano Menezes tem uma série de problemas para escalar o Grêmio para essa partida. O primeiro começa no gol. O argentino Saja ainda sente uma contusão e será testado antes do jogo. Caso não tenha condições, Marcelo Grohe seguirá como seu substituto. No meio campo, o problema é mais grave. Lucas, contundido, e Diego Souza, suspenso, estão fora do jogo. Gavilán e Nunes disputam a vaga do primeiro, enquanto Amoroso e Carlos Eduardo se revezarão na armação das jogadas.


 


Pelo lado do Defensor, a principal modificação acontecerá no ataque. Insatisfeito com Morales, que atuou na partida em Montevidéu, o treinador Jorge Luiz da Silva testou Fernandéz formando a dupla de ataque ao lado de Danilo Peinado. Como gostou da formação, ela deve ser utilizada na partida em Porto Alegre.


 


FICHA TÉCNICA


GRÊMIO-BRA X DEFENSOR-URU


 


Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)


Data: 23 de maio de 2007, quarta-feira


Horário: 19h15 (de Brasília)


Árbitro: Carlos Amarilla (Paraguai)


Assistentes: Manuel Bernal e Emigdio Ruiz (ambos do Paraguai)


 


GRÊMIO: Saja (Marcelo Grohe); Patrício, William, Teco e Lúcio; Sandro Goiano, Gavilán (Nunes), Tcheco e Carlos Eduardo; Amoroso e Tuta


Técnico: Mano Menezes


 


DEFENSOR: Martín Silva; Cáceres, Martínez, Sorondo e Ariosa; Pereira, Fadeuille, Amado e De Souza; Fernández e Peinado


Técnico: Jorge Luiz da Silva

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado