fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Futebol

Grêmio ‘acorda’ no 2º tempo, vence Bragantino e mantém reação no Brasileirão

Com o resultado, o Grêmio emplacou a terceira vitória seguida na temporada (incluindo jogo da Copa do Brasil), algo raro neste ano

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE
O Grêmio “acordou” no segundo tempo e derrotou o Red Bull Bragantino por 2 a 1, na noite desta segunda-feira, no encerramento da 19ª rodada e também do primeiro turno do Brasileirão. O time comandado por Renato Gaúcho marcou dois gols em apenas três minutos e decidiu o jogo no segundo tempo, após 65 minutos de apatia e falhas técnicas em campo.

Com o resultado, o Grêmio emplacou a terceira vitória seguida na temporada (incluindo jogo da Copa do Brasil), algo raro neste ano. Chegou aos 27 pontos, na oitava colocação, e já começa a vislumbrar o G-4, enquanto o Bragantino estacionou nos 19, na 18ª posição, dentro da zona de rebaixamento.

Grêmio e Bragantino fizeram um duelo de tempos opostos, com um primeiro tempo morno e sem graça. E com um início de segunda etapa semelhante, só alterada quando o Grêmio abriu o placar. O time gaúcho contou com a estreia de Churín e também com desconforto no vestiário.

Maicon deixou o gramado irritado com Renato Gaúcho, que precisou encarar também o incômodo de Pepê, ao ser substituído nos minutos finais. Mas foi logo depois das mudanças no meio-campo, incluindo a saída de Maicon e as entradas de Isaque e Lucas Silva, que o Grêmio deslanchou em campo e buscou seus gols.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O JOGO – Em busca de sua terceira vitória seguida na temporada, o Grêmio foi a campo com uma formação mista, sendo uma defesa toda reserva. Maicon voltou ao time. Mas o retorno do principal armador gremista não trouxe ganhos na criatividade. O primeiro tempo acabou sendo de pouca armação para os anfitriões.

Grêmio e Bragantino estiveram abaixo do esperado nos primeiros 45 minutos. Falhas técnicas, erros bobos e jogo concentrado no meio-campo tornaram a partida morna. Os goleiros praticamente não trabalharam. Em sua única intervenção, Vanderlei fez linda defesa aos 10 minutos, após finalização de longe de Carlinhos.

Insatisfeito com a apatia do seu time, Renato Gaúcho tratou de mudar o meio-campo no segundo tempo. Começou a etapa com Isaque no lugar de Robinho, responsável pela maior parte dos erros da equipe no primeiro tempo. E, na sequência, trocou Maicon por Lucas Silva. O titular demonstrou irritação pela saída precoce do jogo e foi direto para o vestiário.

Enquanto o Grêmio tentava se acertar em campo, Bragantino crescia no jogo e ocupava mais espaços no meio e também no ataque. Só não causou mais perigo ao time da casa porque apresentava limitações no setor ofensivo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O segundo tempo manteve a pasmaceira do primeiro até os 23 minutos, quando o Grêmio abriu o placar. Sem criatividade, o time gaúcho anotou o primeiro em lance de bola parada. Após cobrança de escanteio, David Braz pegou a sobra e mandou para as redes.

O gol mudou totalmente o panorama da partida, que ganhou em velocidade e emoção. Apenas três minutos depois, Isaque e o estreante Churín iniciaram bela jogada que culminou em forte chute de Orejuela para o gol: 2 a 0.

A resposta do Bragantino veio aos 32. Raul cruzou da direita e Hurtado completou para o gol, diminuindo a vantagem dos anfitriões. E o jogo melhorou em nível técnico, com chances para os dois lados. Mas as redes não voltaram a balançar.

Os dois times voltam a campo no domingo. O Grêmio vai visitar o Fluminense no Maracanã, enquanto o Bragantino vai receber o Santos, pela primeira rodada do segundo turno do Brasileirão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

FICHA TÉCNICA:

GRÊMIO 2 x 1 RED BULL BRAGANTINO

GRÊMIO – Vanderlei; Orejuela, Rodrigues, David Braz e Diogo Barbosa; Maicon (Lucas Silva), Matheus Henrique, Robinho (Isaque), Luiz Fernando (Ferreira); Pepê (Cortez) e Diego Souza (Churín). Técnico: Renato Gaúcho.

RED BULL BRAGANTINO – Cleiton; Aderlan (Chrigor), Leo Ortiz, Ligger e Edimar; Raul, Cuello (Ricardo Ryller), Lucas Evangelista; Artur (Morato), Claudinho (Thonny Anderson) e Ytalo (Hurtado). Técnico: Maurício Barbieri.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

GOLS – David Braz, aos 23, Orejuela, aos 26, e Hurtado, aos 32 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Claudinho e Lucas Silva.

ÁRBITRO – Savio Pereira Sampaio (DF).

RENDA E PÚBLICO – Jogo sem torcida.

LOCAL – Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Estadão Conteúdo



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade