Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Turismo

Vindima em Bento Gonçalves segue até março e tem passeio com Maria Fumaça

Novo roteiro une o tradicional passeio de Maria Fumaça com visita à propriedade que mantém no dia a dia a essência e hábitos dos primeiros colonizadores

Vindima em Bento Gonçalves segue até março e tem passeio com Maria Fumaça Vindima em Bento Gonçalves segue até março e tem passeio com Maria Fumaça. Foto: Zéto Telóken

A temporada da vindima na Serra Gaúcha vai muito além da colheita das uvas. De janeiro a março, a história, os hábitos e os costumes dos primeiros imigrantes da região são apresentados e vivenciados por turistas que buscam conhecer, além do processo de elaboração dos vinhos, o legado da colonização.

Para a temporada de 2022, a Giordani Turismo e o Recanto Flores e Sabores – dois negócios locais que estão prestes a completar 30 anos, e são referência na preservação e disseminação da história e cultura local – se uniram para oferecer um roteiro exclusivo que reúne o melhor da experiência da vindima com o mais tradicional passeio da cidade, a Maria Fumaça – Trem do Vinho.

“O roteiro ‘Vindima de Meio Turno com Maria Fumaça’ foi pensado para o turista de fora do Rio Grande do Sul, que não vai passar muitos dias na região e quer aproveitar o que de melhor e mais emblemático ela oferece, como também para os gaúchos que fazem passeios mais curtos de um ou dois dias, e que ainda não viveram essas experiências clássicas de Bento Gonçalves”, explica a analista de marketing da Giordani, Vandressa Garzon.

Com transporte e guia inclusos no pacote, a parte da Vindima, no Recanto Flores e Sabores, reúne história e vivência. Localizado na Linha Eulália, região que recebeu os primeiros imigrantes vindos do norte da Itália, em 1878, os visitantes conhecem a história da propriedade e da família que administra o local, caminham pelo parreiral e são apresentados aos instrumentos de trabalho. Depois saboreiam as uvas recém colhidas e participam da tradicional pisa das uvas em barris de madeira, ao som de música típica – ou a ‘Nona’ contando piadas. Para finalizar um típico merendim (lanche) com polenta, salame, copa, queijos, cucas, entre outros, e muito suco de uva e vinho.

O novo roteiro se completa com os turistas revivendo o tempo em que as ferrovias eram a principal alternativa de transporte. Durante os 23 quilômetros em que a Maria Fumaça – Trem do Vinho percorre os trilhos entre Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa, atrações ítalo-gaúchas percorrem os vagões, garantindo cultura através da música e intervenções artísticas. Claro, degustação de vinhos, suco de uva e espumante estão inclusos durante a passagem nas Estações de Bento Gonçalves e Garibaldi. E a visita à Epopeia Italina, único parque do Brasil a contar a história da imigração italiana, com personagens reais, finaliza o passeio que faz uma viagem no tempo.

O passeio oferecido pela Giordani Turismo tem saídas aos domingos, quartas e sextas, até 6 de março. A empresa também tem outros dois roteiros de vindima, o mais completo dura dois turnos, e um de meio turno (sem Maria Fumaça). Os valores, por pessoa, variam de R$ 360,00 a R$ 750,00.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar