Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Turismo

Setur vai divulgar Labfaz em todos os Estados

Secretária de Turismo destaca a formação de mão de obra qualificada para o operacional dos eventos em todos os níveis e pede contratação dos profissionais qualificados nos cursos e oficinas ministrados em Brasília, apontados como pioneiros e inéditos no país.

A Secretaria de Turismo do Distrito Federal está empenhada em divulgar para todos os estados brasileiros a iniciativa pioneira e inédita do Projeto Labfaz, que qualifica e capacita trabalhadores de operacional e backstage de eventos. Ao abrir a primeira mesa do Fórum dos Trabalhadores de eventos do DF, nesta segunda-feira (14), a secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça, disse que “temos de ser a janela do Brasil. Vamos convidar as Secretarias de Turismo de todo o país para participar deste Fórum dos Trabalhadores de Eventos do Brasil”, afirmou a titular da Setur/DF.

Vanessa Mendonça, que também é diretora da Associação Nacional dos Secretários de Turismo (Anseditur), destacou que, de produtores de eventos, empreendedores culturais e de entretenimento aos governos, municipais e estaduais, é preciso se conectar antes. Ela disse que todos os segmentos ligados ao turismo precisam conhecer a plataforma do Labfaz, “para contratar esses profissionais qualificados e gerar poder financeiro dentro da economia criativa, que envolve 53 atividades em torno do turismo”, enfatizou a gestora brasiliense.

Questionada sobre o que e como o governo pode fomentar criar emprego e renda para o segmento de eventos, Vanessa Mendonça destacou os mais de 40 projetos incentivados, apoiados e fomentados pela Setur nos últimos três anos. “O emprego e a renda só vão existir se a gente realizar. Nós temos que fazer acontecer, do pequeno ao grande evento. Não podemos parar. Mas, às vezes, é necessário dar um passinho pra trás para avançarmos”, disse a secretária.
Vanessa Mendonça ressaltou que teve a oportunidade de conhecer de perto o trabalho de backstage e que sem esses profissionais o evento não acontece. “O Labfaz uniu as pontas. Não existe no Brasil nada igual.

A criação dessa plataforma para divulgar e ampliar esse trabalho grande a profissionalização do setor. A mão de obra está pronta e preparada”, afirma a secretária de Turismo. “E não estou falando de assistencialismo”, alertou Vanessa Mendonça. “Estou falando de oportunidade. O Labfaz já preparou todo mundo. Agora é só o trade contratá-los”, concluiu.








Você pode gostar