Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Gastronomia

Mês do orgulho LGBTQIA+: Pannafredda lança sorvetes em prol da conscientização sobre a causa

A gelateria, localizada na 216 Sul, criou seis sabores temáticos com as cores do arco-íris e reverterá parte da venda para ONG brasiliense

A gelateria, localizada na 216 Sul, criou seis sabores temáticos com as cores do arco-íris e reverterá parte da venda para ONG brasiliense Foto/Reprodução

Cajuína, cerveja, bacon, coca-cola, espumante, jalapeño. Já imaginou um sorvete feito de algum desses ingredientes? Parece loucura, mas essa diversidade de sabores é possível no universo da Pannafredda. 

Localizada na 216 Sul, a gelateria se destaca e ganha o paladar dos brasilienses pela variedade de opções, sobretudo, em datas comemorativas, como o Ano-Novo, Dia do Hambúrguer e Dia dos Namorados.

Desta vez, a sorveteria quis ir além e marcar uma posição política e social que transcende os sabores do gelato. No mês em que se afirma o orgulho LGBTQIA+, data criada para conscientizar e reforçar a importância do respeito e da promoção de equidade social e profissional de pessoas lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, queer, intersexuais, assexuais, etc., a Pannafredda acaba de criar sabores e sorvetes exclusivos de todas as cores do arco-íris, bandeira da comunidade LGBTQIA+.

Uva; melão; limão com manjericão; maracujá; laranja com cenoura; frutas vermelhas são as receitas e os sabores escolhidos para a ação. ​​Os sorvetes são todos artesanais, feitos à base de fruta com ingredientes de qualidade, sem o uso de corante artificial. 

As receitas são autorais, a partir de técnicas italianas, e resultado de invenções e testes que Eduardo Lago e Giovanna Maia, nomes à frente da casa, realizam na cozinha. Ao final, 20% das vendas dos produtos da ação serão revertidos para a ONG Casa Rosa (@casarosadf), localizada em Sobradinho e que acolhe e assiste pessoas LGBTQIA+, sobretudo, aquelas em situação de vulnerabilidade. 

“Acreditamos que chegou a hora desse valor de apoio à comunidade LGBTQIA+, que é nosso, transcender para a marca. Somos contra a homofobia e qualquer outro tipo de distinção e preconceito, principalmente, quando o assunto é amor. Estamos muito animados, esperamos prorrogar a ação de acordo com o movimento e a aceitação do público”, detalha Giovanna.

Foto/Reprodução

De 24 a 3 de julho, os sabores temáticos estarão à disposição dos clientes na loja. Eles podem ser degustados junto com a casquinha, outro diferencial da Pannafredda, que é feita artesanalmente com sabor amanteigado. A “Casquinha do orgulho”, com todos os seis sabores, sai a R$23. Mas quem for até o local também poderá comer a casquinha com dois sabores, por R$19, ou com um sabor, por R$ 17. Quem prefere tomar sorvete no copinho também pode. O mini com um sabor sai a R$ 10; o pequeno, com até dois sabores, a R$ 13, o médio, com até três, a R$ 15, e o grande sai a R$18. Já os brasilienses que preferirem saborear o gelato em casa, podem ficar à vontade. A Pannafredda oferece embalagem para viagem de 500g (R$ 55) e de 1kg (R$ 105). 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Início

Aberta há pouco mais de dois anos, a Pannafredda (junção de panna + fredda, que, em italiano, significa “creme frio”) surgiu do desejo de oferecer produtos fora do comum. Sabendo que Brasília tem boas sorveterias, Eduardo e Giovanna decidiram apostar em sabores que destoassem da concorrência e em cardápios temáticos. Dia dos Namorados, Dia do Hambúrguer, Festa Junina, Ano Novo, tudo é motivo para ser celebrado com gelato na sorveteria.

Serviço:

Orgulho LGBTQIA+ na Pannafredda   

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quando: de 24 a 3 de julho (podendo ser prorrogada por mais tempo sem aviso prévio)

Onde: ​​SQS 216 A Loja 12

Horário: de quarta a domingo, das 13h às 20h

Para mais informações: @pannafreddagelato

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar