Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Arquitetura & Design

Brasília 61 anos: Uma verdadeira mostra de arquitetura e design a céu aberto

Por Veridiana Arruda 21/04/2021 12h00
Brasília 61 anos: Uma verdadeira mostra de arquitetura e design a céu aberto

É com muita alegria que estreamos hoje, nesta edição especial pelo aniversário de 61 anos da cidade de Brasília, a coluna Arquitetura e Design. Um espaço especialmente pensado para dar a você, leitor do Jornal de Brasília, dicas práticas e funcionais com soluções e inspirações para a sua casa.

Aproveitando a data comemorativa, não poderia iniciar esta coluna sem mencionar alguns dos nomes mais importantes na arquitetura e design que tiveram grande participação na história da nossa aniversariante, inaugurada em 21 de abril de 1960 e considerada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco em 1987. Título concedido por representar, principalmente, um marco mundial da arquitetura e do urbanismo modernos.

Então vamos lá, um pouquinho das contribuições de quatro nomes importantes na construção da nossa Capital.

Lucio Costa

Lucio Costa

Lucio Costa foi o arquiteto e urbanista que projetou e desenvolveu o Plano Piloto de Brasília e passou a ser conhecido em todo o mundo como o criador de Brasília.

Quando olhada de cima ela aparenta ter o formato de um avião. Contudo, em entrevista publicada pelo jornal Correio Brasiliense em 6/10/97, ele contestou a relação do seu projeto com uma aeronave: “Não tem nada de avião! É como se fosse uma borboleta”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Lucio Costa assinou vários edifícios na cidade. Mas entre suas obras mais importantes está a Plataforma da Rodoviária, a primeira a ser construída e a Torre de TV de Brasília.

O “risco” de Lúcio Costa

Oscar Niemeyer

Oscar Niemeyer

Oscar Niemeyer arquiteto também reconhecido como um dos maiores nomes da arquitetura moderna, assim como Lucio Costa também foi um grande nome no planejamento de Brasília.

Os principais monumentos da Capital contam com sua assinatura. Na Praça dos Três Poderes ele projetou em parceria com o pernambucano Joaquim Cardoso o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ele também foi responsável pelo projeto da Catedral Metropolitana, Teatro Nacional, Palácio da Alvorada, residência oficial do Presidente da República, o Memorial JK, Palácio do Itamaraty, Museu Nacional Honestino Guimarães e última obra notória a Torre Digital.

Athos Bulcão

Athos Bulcão

Impossível pensar em grandes nomes do Design em Brasília sem lembrar de Athos Bulcão. Artista plástico que teve seu talento reconhecido quando da sua parceria com Oscar Niemeyer no grupo que passaria dar vida e cor para a nossa Capital do País.

Ele é uma grande referência quando falamos de Design de Superfície. Sua obra pode ser vista estampada em azulejos espalhadas por toda a cidade, como a Igrejinha de Nossa Senhora de Fátima, no Congresso Nacional, aeroporto internacional Juscelino Kubitschek, Teatro Nacional, fazendo a aproximação entre a arte e a arquitetura.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Danilo Barbosa

Danilo Barbosa foi o Designer responsável pela criação das placas de sinalização da cidade de Brasília. Em seu projeto as placas não deveriam chamar mais a atenção que a paisagem.

As cores escolhidas para as placas respeitam o manual de sinalização interamericano. A cor verde indica a direção, o local para onde se está indo. A cor azul indica o local onde a pessoa está. As placas marrons indicam os pontos turísticos e foram criadas para a Copa do Mundo.

Seu reconhecimento internacional ocorreu em 2012, quando uma peça do seu projeto, a placa da 307 Sul, passou a fazer parte do acervo permanente de arquitetura e design do Museu de Arte Moderna – MoMA, de Nova Iorque.
Hoje é possível encontrar essas placas dentro das casas dos brasilenses em forma de objetos de decoração, camisetas, canecas e etc.

Semana que vem estarei de volta com dicas preciosas para decorar a casa, até lá!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar